Levantamento de Aspectos Ecológicos e Interesse de Comunidades Amazônicas para Subsidiar o Fortalecimento de Cadeias Produtivas Florestais de Produtos Não Madeireiros

Levantamento de Aspectos Ecológicos e Interesse de Comunidades Amazônicas para Subsidiar o Fortalecimento de Cadeias Produtivas Florestais de Produtos Não Madeireiros

Projeto: Levantamento de Aspectos Ecológicos e Interesse de Comunidades Amazônicas para Subsidiar o Fortalecimento de Cadeias Produtivas Florestais de Produtos Não Madeireiros

Período de execução: 2013-2014

Parceria: CNPQ – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico

Resumo do projeto: Atualmente, os Produtos Florestais Não Madeiros (PFNM) têm sido compreendidos como instrumentos de elevado potencial para a promoção do desenvolvimento socioeconômico associado à conservação dos ecossistemas. Estudos apontam que os produtos desempenham um papel fundamental para a subsistência e o bem-estar das populações associadas às florestas. O uso de tais produtos é menos agressivo quando comparado ao madeireiro, agregando valor às florestas tropicais. Por isso, é essencial o desenvolvimento de pesquisas científicas para amparar políticas públicas, visando à sustentação dos mercados dos produtos florestais não madeireiros, abrangendo o conhecimento sobre a abundância, distribuição, variação, ecologia, reprodução; métodos tradicionais e novos de propagação, cultivo e uso; identificação do mercado e valoração.
O projeto objetiva desenvolver princípios em manejo baseados na ecologia de espécies florestais para a promoção e fortalecimento de cadeias produtivas florestais de não madeireiros, de forma a subsidiar boas práticas de manejo e o desenvolvimento territorial de comunidades Amazônicas contribuindo para a conservação e a geração de renda local. Especificamente, realizar a identificação participativa de espécies florestais de potencial socioeconômico; avaliar a estrutura de governança dos produtos quanto à interlocução com os programas governamentais para a consolidação de cadeias produtivas a partir de políticas públicas; caracterizar a dinâmica populacional, aspectos fenológicos e a produção de produtos não madeireiros de cinco espécies de interesse, identificando as variações anuais de produção destas espécies.
Os estudos são conduzidos no município de Almerim e Distrito de Monte Dourado. Os PFNM selecionados foram: Buriti, Açaí, Castanha, Andiroba e Cacau. A pesquisa encontra-se em diversas fases segundo o tipo de produto. O mais avançado é o buriti, enquanto o Cacau teve início dos trabalhos no final de 2014.

Sem Comentários

Publicar Um Comentário