Notícias

 O Instituto Floresta Tropical (IFT) manifesta profundo pesar pelo falecimento do presidente da Associação das Indústrias Exportadoras de Madeira do Estado do Pará (AIMEX), Carlos Roberto Vergueiro Pupo, ocorrido na última quinta-feira, 1º de abril. Grande parceiro do instituto, Roberto Pupo acreditava na convivência harmoniosa entre o setor produtivo florestal e a sustentabilidade. Ao longo de sua trajetória a frente da AIMEX, ajudou fomentar o reflorestamento, disseminando boas práticas e técnicas de manejo adequadas para um mercado legalizado. O IFT manifesta condolências
   O projeto de manejo madeireiro sustentável atendido pelo o Instituto Floresta Tropical (IFT) na Reserva Extrativista Arióca Pruanã, no Pará, foi destaque na edição 101 da revista digital Conexão Stihl, informativo trimestral produzido pela Stihl Ferramentas Motorizadas Ltda. A publicação ressaltou a entrega de uma lancha voadeira doada pela empresa. destinada exclusivamente para as ações de manejo da unidade de conservação.     A entrega do veículo, realizada no final do ano passado, faz parte de um projeto firmado com o
Referência nacional em disseminação e aprimoramento do manejo florestal sustentável na Amazônia Brasileira, o Instituto Floresta Tropical disponibiliza de forma gratuita um acervo digital com 104 publicações técnicas. São artigos, cartilhas, manuais, boletins técnicos, revistas e diversos estudos de pesquisadores sobre desenvolvimento, planejamento e conservação das florestas brasileiras. Todo o acervo está disponível para download no site do IFT.  Segundo um levantamento do setor de comunicação do instituto, o acesso à plataforma de publicações tem crescido a cada ano. Em 2019
   Lideranças indígenas da etnia Kayapó visitaram, nos dias 28 e 29 de janeiro, a Reserva Extrativista (Resex) Mapuá, localizada no município de Breves, no Marajó. A visita, acompanhada pela equipe técnica do Instituto Floresta Tropical (IFT), foi promovida pela coordenação regional da Fundação Nacional do índio (FUNAI), de Cuiabá, Mato Grosso, e teve como objetivo conhecer de perto o projeto de manejo florestal na Resex. A equipe de visitantes contou com um coordenador regional da FUNAI, um engenheiro florestal
          A tão aguardada exploração sustentável da floresta agora é realidade na Reserva Extrativista Mapuá, localizada no município de Breves, na região do Marajó. Com o apoio do Instituto Floresta Tropical (IFT), os manejadores iniciaram no último mês de dezembro a primeira extração sustentável de madeira na localidade. “O manejo madeireiro comunitário era um sonho antigo dos moradores daqui. Há muitos anos a gente aguardava por esse momento, pois sabemos que ele pode significar um divisor de águas no desenvolvimento