Parceria Stihl IFT beneficiará comunitários da Resex Arióca Pruanã

Parceria Stihl IFT beneficiará comunitários da Resex Arióca Pruanã

A Stihl, empresa líder no mercado brasileiro de ferramentas motorizadas, vai oferecer equipamentos e conhecimento técnico para os comunitários da Reserva Extrativista Arióca Pruanã, unidade de conservação atendida pelo Instituto Floresta Tropical, por meio do projeto Florestas Comunitárias. O acordo foi firmado na última terça-feira, 19/11, durante um evento no Centro de Qualificação Stihl Norte, localizado no campus da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), em Belém.

O documento, assinado pelo supervisor de Qualificação e Marketing da empresa, Raul Kriedte, e pela coordenadora do programa Florestas Comunitárias, Ana Carolina Vieira, prevê o fortalecimento das organizações locais, doação de ferramentas e aprimoramento técnico especializado aos manejadores comunitários por um período de um ano. Além disso, o acordo também contempla a entrega de uma pequena embarcação motorizada para a associação de moradores da Resex.

Raul Kriedte, da Stihl, e Ana Carolina Vieira, coordenadora do projeto Florestas Comunitárias (Foto: Ascom/IFT)

 Segundo Kriedte, o projeto foi internalizado pela Stihl Brasil como uma ação estratégica, tendo em vista o aumento do desmatamento e queimadas na Amazônia e a importância do Manejo Florestal como uma alternativa de conservar a floresta e desenvolver a economia local. “Esse projeto tem uma composição muito gratificante, pois, consegue alinhar equipamentos de qualidade, capacitação de comunitários e promoção do manejo florestal, como a produção de madeira sustentável e outros produtos oriundos do extrativismo.  A ideia é aprimorar conhecimentos sobre técnicas de manejo, incluindo segurança no trabalho e a minimização de impactos ambientais durante a operação de manejo”, destacou Raul Kriedte.

 “Essa é uma iniciativa pioneira da Stihl no Brasil e é de extrema importância que o setor privado que atua com o manejo de florestal se envolva e contribua para o fortalecimento do Manejo Florestal Comunitário na Amazônia. Além disso, a iniciativa é complementar ao projeto Florestas Comunitárias , apoiado pelo Fundo Amazônia, e cobre gargalos importantes do projeto como cursos especializados em identificação botânica, manutenção de ferramentas utilizadas no processo de produção florestal”, ressaltou Ana Carolina.

O projeto da Stihl Brasil também pretende desenvolver tecnologias que colaborem com o extrativismo de produtos da floresta.

 

Fortalecimento do MFC 

“O acordo firmado é exclusivo para a Resex  Aríoca Pruanã, mas pode ser uma porta de entrada para outros acordos e outras parcerias que beneficiem as demais Resex do Marajó atendidas pelo IFT. São iniciativas assim que fortalecem a organização social e desenvolvem a produção agroextrativista feita por essas comunidades”, afirmou a coordenadora do programa Florestas Comunitárias.

No evento, a Stihl também formalizou a entrega de equipamentos para o IFT como motosserras, peças de manutenção e itens de segurança. As ferramentas ajudarão a melhorar o desempenho dos cursos e assessoria técnica realizada pela instituição.

 

Arióca Pruanã

Desde 2017 o IFT em parceria com o Fundo Amazônia desenvolve ações de incentivo ao manejo florestal comunitário para uso e comercialização de madeira e açaí na Resex Arióca Pruanã. Localizada no município de Oeiras do Pará, região nordeste do estado, a Unidade de Conservação dispõe de uma área de 83.445 hectares. Na UC moram 565 famílias, divididas em 27 comunidades que se organizam em seis polos comunitários.

 

 

Sem Comentários

Publicar Um Comentário